A arte sustentável de Xico Gaivota


“o meu trabalho não é só aquilo que se vê, é essencialmente aquilo que não se consegue ver”


O que fazer com o lixo que produzimos? Esta é uma das questões mais prementes da Humanidade, uma cuja resposta irá, em não pequena parte, definir o nosso futuro... No caso de Xico Gaivota, nome artístico de Ricardo Ramos, do lixo que ele encontra nas mais variadas praias, ele faz... arte.


Lixo, por definição de dicionário, sim, plásticos principalmente. Mas para ele, para Xico, não se trata de lixo, mas sim da matéria-prima com que cria as suas obras, que de resto têm a menor pegada ecológica possível - não são utilizados outros materiais, como colas.


A preservação dos mares é algo que desde há muito ocupa a mente deste antigo pescador e mariscador, pretendendo a sua arte fazer com que o lixo nunca mais volte ao mar - e de caminho, Xico termina com o lixo que vê na praia, a sua segunda casa.


Por vezes, falar da importância da Sustentabilidade faz-se sem demasiadas palavras.
















7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo