A tecnologia e a Personalização: possibilidades infinitas.


A ideia de “personalização” no marketing, enquanto forma de entregar mensagens de marca à medida de um consumidor “x”, não é exatamente nova. Esta tem sido, de resto, uma estratégia frequentemente utilizada para obter mais engadgement e brand loyalty (perdoe-se o excesso de terminologia anglo-saxónica, mas a língua de Camões ainda não terá os melhores correspondentes).


A personalização da mensagem ao consumidor também pode aumentar as conversões, existindo um estudo recente da Epsilon que justifica a sua importância, ao sugerir que “80% dos consumidores são mais propensos a comprar de marcas que oferecem experiências personalizadas”.


Chegados aqui... Nada vai ser como antes. Os avanços tecnológicos mais recentes permitirão um dramático incremento das capacidades de personalização, seja através da análise de dados (Big Data), da Inteligência Artificial ou do Machine Learning.


Da personalização caminhamos, pois, a passos largos para a hiper-personalização em escala, através da qual será possível extrair mais insights acionáveis e permitir ativar melhor conteúdo, definir timings de campanha mais precisos, os melhores canais, etcetera.



A tecnologia tornará então possível compreender o consumidor de uma forma que nunca antes foi possível: em que momento espeta receber uma promoção por SMS ou push-message, quando está mais receptível a receber e-mails com novidades de uma marca, qual é habitualmente o seu percurso de compras no supermercado e que oferta seria mais indicada num determinado dia da semana...


E porque é que isso importa? Mais um estudo, desta vez da Gartner, que estima que “marcas que investem em todos os tipos de personalização online podem vender mais do que os seus concorrentes em mais de 30%”.


O desafio passa então por estabelecer, por parte da marca ou do agente de retalho, um relacionamento 1:1 (“one on one”) com o consumidor.

Um excitante Mundo Novo que se depara perante nós, onde as ferramentas estarão lá... Basta saber utilizá-las. E isso fará toda a diferença.



23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo