top of page

Curtos ou longos? Autênticos!

A tendência já existia e o aparecimento do TikTok veio exponenciar: a atualidade pede vídeos curtinhos, pois o tempo médio de atenção do público é cada vez menor. Resultado? Marcas (e não só, artistas dos mais variados quadrantes também) aderiram à tendência, produzindo conteúdos curtos e de fácil digestão. Mas basta?


Não há espaço para os conteúdos em vídeo de maior duração, onde se exploram mais a fundo as características das marcas, onde existe a oportunidade de gerar conteúdos de culto?


Se o formato curto venceu a batalha contra o formato longo, como é que o podcast campeão de views continua a ser o Joe Rogan Experience, onde cada episódio tem em média mais de duas horas e meia (!) e conta já com mais de 2000 episódios?

Fonte: https://variety.com/2022/digital/news/spotify-removes-joe-rogan-episodes-n-word-1235172972/

Talvez haja até espaço para conteúdos de maior duração, imersivos, que prendem a atenção, que informam, com espaço para transmitir uma mensagem, seja ela simples ou mais complexa. Talvez sim, se forem autênticos. Se cativarem, se criarem antecipação.


Nem sempre a tendência é dona e senhora da razão, e cabe aos criadores de conteúdos e aos criativos saberem quebrar as regras... pelo bem do público e das marcas!

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page