Influencers já não são tendência?

"O quê? Logo agora que eu comprei uma ring light?"


Calma, não é nada disso! A verdade é que os influencers, ou influenciadores digitais, já não são considerados uma tendência... porque vieram para ficar.


É verdade, já não é uma moda - a utilização de influencers por parte das marcas é atualmente uma prática instituída, com provas dadas da sua eficácia (quando bem aplicada, obviamente) e que deve ser considerada para a comunicação de marcas no universo digital.


Fonte: https://cakeerp.com/blog/digital-influencers/


A lógica é fácil de entender: existem personalidades digitais com um enorme número de seguidores interessados na sua vida e dispostos a seguir as suas recomendações. Quando essas personalidades aconselham uma marca, tornam-se influencers, e a marca apanha boleia do seu poder de influência para chegar (mais ou menos organicamente) a um número interessante de pessoas.


É um modelo que realmente funciona: a marca apoia-se no alcance de uma personalidade querida do seu público para assim chegar mais e melhor a um determinado target.


Fonte: https://www.cracked.com/article_26246_6-stories-that-prove-instagram-influencers-are-worst.html


O problema (claro que tinha de haver um) é quando se quer usar influencers por tudo e por nada, mesmo que faça pouco ou nenhum sentido para a campanha, e quando certos influencers promovem todo e qualquer produto... desde que lhes paguem - nada contra, mas o público percebe e perde o interesse.


Em suma, o uso dos influencers por parte das marcas está para ficar, mas, como tudo na vida, convém ser bem feito!

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo