TikTok e a Saúde Mental

O TikTok é, sem dúvida, um fenómeno - em particular junto da Geração Z. Mas, não é apenas esta geração que perfaz os 755 milhões de utilizadores mensais (Insider Intelligence), a rede social é também utilizada por outras gerações e até por terapeutas.


No TikTok podemos encontrar de tudo: danças, receitas, representação, vlogs e vídeos educacionais sobre saúde mental. É de conhecimento geral que a Geração Z e os Millenials têm uma grande preocupação com a saúde mental. A consciencialização por parte destes jovens é notável - até nos seus TikTok’s.


Fonte: https://www.sheknows.com/health-and-wellness/articles/2240591/tiktok-mental-healthcare-therapy/


A aplicação expandiu durante a pandemia, numa altura em que a saúde mental de todos estava mais frágil, sendo esperável que as pessoas gravitassem para as dicas destes terapeutas. Atendendo às dúvidas e consciencialização dos jovens, os profissionais de saúde mental procuraram (e procuram) através das tendências da plataforma responder às questões sobre ansiedade, trauma, relações saudáveis e como lidar como relações tóxicas (entre outros mil temas). Estes posts são meramente educacionais e permitem aos jovens perceber se devem ou não prosseguir com apoio de terapeutas.


Fonte: https://thewalrus.ca/tiktok-mental-health/


Existem diversos terapeutas que contam com mais de 1 milhão de seguidores. Segundo Wunderman Thompson Intelligence, em 2021 a hashtag #mentalhealth tinha 21.6 bilhões de visualizações, #therapy 5.3 bilhões views, #therapytiktok 447.5 milhões e #therapistsoftiktok 357.6 milhões.


Através desta tendência conseguimos perceber o poder que as redes sociais podem ter na sociedade, bem como na comunicação das marcas e criadores de conteúdo… Confessamos que já aprendemos umas dicas por lá.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo