top of page

O mamute na sala

Quando se decidiu, em 2016, criar o Mastodon - a rede social que entrou recentemente no léxico do grande público - certamente houve quem dissesse algo do género:


"Mas porque estão a fazer isso? Já existe o Twitter... Nunca terão utilizadores!"


No entanto, 6 anos depois, o Mastodon chegou ao mainstream e tem vindo a conquistar um assinalável número de novos seguidores (meio milhão desde 27 de outubro, and counting). Atualmente, o Mastodon tem cerca de quatro milhões e meio de utilizadores a nível mundial, o que ainda não faz desta rede social uma das big 5, mas é um começo, e tudo indica que estes números virão a crescer.



Mas porquê a associação com o Twitter? Bem, para além do recente êxodo de utilizadores provocado pela recém aquisição do Twitter por parte do sempre controverso Elon Musk, o Mastodon também é uma plataforma de microblogging, onde as publicações são acompanhadas de textos curtos.


Fora isso, há diferenças a assinalar, como os princípios do “código livre” e “descentralização” assentes na base do Mastodon.



Fonte: https://boilingsteam.com/mastodon-vs-twitter/


Mas este não é, nem pretende ser, um artigo onde se analisa vantagens e desvantagens de uma ou outra rede social. O nosso ponto de vista aqui é outro, e é em jeito de pergunta que o fechamos:


Se se pensasse que o mercado estava para sempre fechado a novos players, principalmente devido à presença de um tubarão (como é o Twitter), será que teríamos hoje opção para onde os utilizadores poderiam migrar?

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page